sexta-feira, 31 de maio de 2013

SÃO PAULO TEM AUMENTO DE 26% NOS CASOS DE ESTUPRO



CRESCE CASOS DE ESTUPROS EM SÃO PAULO

Apesar das campanhas contra a violência sexual e infantil, os números de violência contra a mulher só crescem no Brasil. No primeiro trimestre de 2013 a cidade de São Paulo registrou um crescimento de 26% de casos de estupro comparado com o mesmo período do ano passado. Até março deste ano foram registrados 3356 casos em todo o estado um aumento de 293 casos. (BRITO, 2013)

Um levantamento revelou que em apenas uma, das 129 Delegacias de Defesa da Mulher do Estado, 300 casos de estupros estão sendo investigados. Só para se ter uma noção um hospital referência em atendimento a mulher recebe em média 20 casos de estupro por dia. Apesar de assustador esse número não reflete a realidade porque apenas 10% das vítimas denunciam.

A violência sexual é uma coisa extremamente degradante que deixa feridas eternas nas vítimas. A maioria das pessoas que sofrem violência sexual tem vergonha e medo de denunciar. Parte desse medo tem origem na proximidade da vítima com o agressor que, na maioria dos casos é alguém próximo ou da família, o que dificulta a denúncia e prisão dos agressores.

Para evitar assaltos e estupros as mulheres devem tomar alguns cuidados como: 1) Não  aceitar ajuda de estranhos; 2) Evitar  caminhar sozinha por um lugar de pouco movimento; 3) Não falar  ao celular enquanto caminha ou dirige pela rua; 4) Ter cuidado ao utilizar banheiros públicos; 5) Não largar a bebida quando vai dançar nas festas.

Além desses cuidados quando a violência sexual acontece é preciso registrar a ocorrência, realizar o exame de corpo de delito e procurar um médico o quanto antes para receber medicamentos que evitam uma gravidez indesejada e a contaminação por Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs e Aids). Em caso de gravidez a vítima tem direito legal de realizar o aborto ou entregar a criança para adoção.

Mesmo que a lembrança da cena e a dor da alma seja intensa...Não silencie! Lute pela prisão e punição do agressor. A integridade de muitas mulheres depende de sua denúncia. Em caso de violência disque 180 ou procure uma delegacia. 

Por: L. Gonçalo.

REFERÊNCIA:

BRITO. Ana. Número de casos de estupro cresce 26% em são Paulo. In: Jornal Hoje. Disponível em: http://g1.globo.com/jornal-hoje/noticia/2013/05/numero-de-estupros-em-sao-paulo-cresce-26-no-primeiro-trimestre.html . Publicado em 24/05/2013. Acesso em: 24/05/2013.

FOTO: F. Carvalho.

Um comentário:

  1. Hoje em dia,não dá nem para ir ao banheiro sozinha!

    ResponderExcluir